Vez ou outra nos deparamos com coisas do tipo “nossa, como eu não pensei nisso antes”. Talvez seja o caso da arte de Andre Levy.

O Artista plástico enxergou em moedas (de diversos países), um mundo a parte. Muita gente por aí nem considera moeda dinheiro, e muito menos para pra olhar uma delas por mais do que alguns segundos. Ou será que todo mundo sabe o que tem estampado atrás da nossa moeda de 5 centavos?

1 2 3 4 5 untitled

André esbanja referências da cultura pop em moedas de todo tamanho, trabalhando com tinta e pincel um traço minucioso para dar vida nova pros esquecidos trocos, que como ele mesmo define “São, na verdade, pequenas esculturas massivamente reproduzidas”. E não deixa de ser verdade, não é?

Dá pra acompanhar os trabalhos mais recentes do André, é só seguir ele no Instagram.

Partindo dessa premissa, o artista plástico Loro Verz cria sua arte divertida e multicolorida, que transita entre o grafite, escultura, e  ilustração para criar uma atmosfera caótica de referências e padrões.

Loro é brasileiro, cursou artes na Central Saint Martins e já levou seu trabalho para todo tipo de galeria mundo a fora, inclusive nos Jogos Olímpicos de Londres, onde assinou pares de tênis que seriam presentados para os atletas da competição.

loro4

loro1 loro2 loro3

O trabalho dele não poderia deixar de aparecer na moda, em estamparia e lustração pras mais diversas marcas, nacionais e internacionais.

Loro Verz tem um site super completo, que vale a visita.

Recentemente um simples post no Twitter feito pela usuária @Kya7y fez maior sucesso na internet. Tudo por que ela achou no meio das coisas de seu pai um labirinto desenhado por ele há 30 anos atrás, imagina?
Curiosa pela obra de arte, ela fez várias perguntas para o pai, que explicou que ele demorou 7 anos para desenhar o mapa. O labirinto ocupa um papel tamanho A1, que é mais ou menos 33 x 23 polegadas. Incrível, né?
1 2 3 4

Anatomia humana por Lisa Nilsson

Não tem como não ficar babando no trabalho da artista Lisa Nilsson. Recentemente, Lisa criou uma série de peças que ela reproduz a anatomia humana e animal, porém, o mais incrível é a técnica usada para desenvolver esse trabalho.
Em um processo lento e quase tedioso, que também requer muita paciência, a artista enrola pedaços de papéis de diversos tamanhos e os encaixa um a um imitando uma estrutura orgânica, que pode ser um crânio, um abdomem, um tórax ou até uma pélvis masculina.
Até 31 de março é possível ver  trabalho de Lisa na exposição  “Teaching the Body: Artistic Anatomy in the American Academy”, na Boston Art Gallery, EUA.
1torax 2pelvismasc 3abdomen 4maos 5cranio 6cranio 7dog 8dog

Igreja em Washington ganha grafite multicolorido

Imagina uma igreja toda grafitada? Foi isso que o artista norte-americano Alex Brewer, mais conhecido com Hense, fez com uma igrejinha abandonada em uma das ruas do bairro Ward 6, em Washington.
A ideia é um projeto do governo para revitalizar o bairro e recuperar o prédio com a intervenção artística, foi uma iniciativa para  tranformá-lo em um ponto turístico de Ward 6, que além da igreja multicolorida, ganha também um museu e um hotel luxuoso.
Veja mais aqui: hensethename.com

1 2 3 4 5

bonobo-cirrus
Como um mergulho em uma viagem psicodélica, o designer Cyriak criou um clipe repleto de animações em looping para “Cirrus”, faixa do álbum “The North Borders”, do músico e produtor britânico Simon Green, conhecido como Bonobo.
A referência vem de “Tango”, curta de 1981 do diretor polonês Zbigniew Rybczy?ski e Cyriak,  explora o surrealismo com colagens que misturam imagens de máquinas e robôs gigantes fazendo um paralelo com o consumismo.

Bonobo – ‘Cirrus’ (Official Video) from Ninja Tune on Vimeo.

Escultura em porcelana

Não tem como não amar as delicadas esculturas de porcelana da artista Kate McDowell. Ela faz uma interpretação que ao mesmo tempo é divertida e perturbadora, confrontando o impacto da vida ambiental na nossa sociedade industrial. Incrível as peças em porcelana se transformam em partes anatômicas do corpo humano e animais.
Veja mais aqui: katemacdowell.com
1 2 3 4 5 6 7 8

O street artist belga Strok fez um trabalho incrível na casa de concertos Concertgebouw, em Bruges, na Bélgica. Inspirado pelo filme Metrópolis (1927), do cineasta alemão Fritz Lang, Strok criou uma ilustração em uma enorme parede de vidro no alto do prédio.
O desenho feito somente com um marcador branco e por conta dos padrões de luz que variam durante o dia, a ilustração fica parecendo que foi feita em preto quando visto em frente a uma fonte de luz.

Metropolis – Strook from Stefaan De Croock on Vimeo.
1
2
3
DCIM100GOPRO
5
6
7

Numa combinação entre humor e realismo, a artista Henrietta Harris usa uma atmosfera um tanto quanto inusual em suas belas imagens feitas com aquarela e guache. Tudo é desenhado a mão e Henrietta desconstrói rostos de seus personagens deixando as pinturas modernas e instigantes aos olhos do espectador.
a b c e f h

OakOak: arte pelas ruas de St Etienne

OakOak é um francês que espalha arte não só pelas ruas de St Etienne, sua cidade natal, mas também por diversos lugares por onde passa.
“Eu gosto desta cidade, sua atmosfera”, essa frase descreve exatamente seu trabalho, OakOak se apropria de forma divertida de vários elementos da cidade. Um tampão de esgoto por exemplo, pode virar uma bola para uma foca, uma caixa de som ou uma concha de caramujo. Super legal!
6
1
3
4
5
 
Veja mais aqui: oakoak.canalblog.com